top of page
Search

CTA CIDADE TIRADENTES GANHA NOVO LOCAL.

Espaço que antes fica no balão do 65, próximo ao 54º Distrito Policial, desceu para o centro do bairro.

 

REPORTAGEM POR HIGOR DEL CARMO

 

Na última quarta-feira, 22 de maio, o prefeito Ricardo Nunes esteve na Cidade Tiradentes, para inaugurar as novas instalações do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) do bairro. Este equipamento é responsável pela testagem e tratamento gratuito de infecções sexualmente transmissíveis e é um dos locais de referência no atendimento especializado e no tratamento humanizado.

 

Com mais de 200 mil habitantes, a região de Cidade Tiradentes  apresentou a segunda maior taxa de detecção de HIV da Coordenadoria Regional de Saúde da Zona Leste em 2022, conforme dados do Boletim Epidemiológico, desenvolvido anualmente pela Coordenadoria de IST/Aids.  

 

Pensando nisso, o CTA disponibiliza as profilaxias pré e pós-exposição ao HIV, a PrEP e PEP, que impedem a infecção, mesmo se as pessoas se expuserem ao vírus. O início do tratamento para IST também pode ser realizado no CTA, o que inclui a terapia antirretroviral (Tarv) em casos de diagnóstico positivo para HIV.   

 

Além do prefeito, estiveram no evento também o Secretário de Saúde, Luis Carlos Zamarco, e a Coordenadora de IST/Aids, Cristina Abbate, que fez uma fala enaltecendo o sistema de saúde público, que irá gerir o novo espaço na Cidade Tiradentes.

 

É um prazer imenso estar aqui, entregando essa unidade que estava localizada num pedaço do território com um pouco mais de dificuldade de acesso da população. Uma unidade que se coloca pra população, com a finalidade de dar o diagnóstico de todas as infeções de transmissão sexual e no caso das pessoas terem aqui o resultado positivo, ela já inicia o tratamento aqui mesmo na unidade.

 

Então isso trás pra nós duas questões fundamentais, que é o início imediato de tratamento e trabalhos expressivos na cidade de São Paulo na área de prevenção. A cidade de São Paulo é líder em todas as estratégias de prevenção, ela é líder não só no Brasil, mas também na América Latina e algumas outras cidades dos Estados Unidos e da Europa.

 

Ainda de acordo com Cristina Abbate, atualmente há 77 infectologistas na rede municipal e quase 300 funcionários concursados. Isso é importante porque pelo sexto ano consecutivo, estamos em queda de novos casos de HIV e a cidade de São Paulo apresenta índices históricos que marcam a resposta à epidemia de HIV, sinalizando o caminho para sua eliminação.

  

A redução mais expressiva está na população entre 15 e 29 anos, também impactada pela epidemia de forma acentuada e que hoje vivencia uma queda de 49% nos novos casos. Em 2016, esse número foi de 1.917 quase o dobro do número observado em 2022 (971). 

A nova localização, na Rua Milagre dos Peixes, nº 357, foi estrategicamente pensada por estar próxima ao Terminal Cidade Tiradentes e ao centro comercial da região, facilitando ainda mais o acesso da população local às testagens rápida e convencional de HIV, sífilis e outras ISTs, além de diagnóstico e ao tratamento precoce. 

 

A agente de prevenção, Mayara Augusto, do projeto ‘Elas por Elas’, esteve na inauguração e falou sobre como trazer o CTA para mais próximo do centro do bairro irá ajudar na prevenção.

 

“Primeiramente eu fico muito feliz pelo CTA estar num lugar de mais fácil acesso, creio que muitas gente daqui, da Cidade Tiradentes, como não tinha conhecimento, hoje vai ter mais conhecimento, pelo fato dele estar mais exposto, mais visível.

Desde quando eu tinha 07 anos eu aprendi o que era o CTA pela escola, porque na época eles iam fazer projeto, pra educar os jovens sobre como utilizar a camisinha, tanto feminina, quanto masculina, hoje em dia não tem mais esse projeto. Mas eu fico muito feliz, grata pelo novo espaço, ficou de mais fácil acesso a tudo.”

 

O CTA Cidade Tiradentes já está atendendo de segunda a sexta, das 07h às 19h. O atendimento é gratuito e recomendo para maiores de 14 anos.



A Central de Notícias da Rádio STAR SUL é uma iniciativa do Projeto “A LITERATURA NEGRA E PERIFÉRICA”. Este projeto foi realizado com o apoio da 7ª Edição do Programa Municipal de Fomento ao Serviço de Radiodifusão Comunitária Para a Cidade de São Paulo.

Os conteúdos ditos pelos entrevistados não refletem a opinião da emissora.

 

Comments


bottom of page